[ editar artigo]

5 coisas que você deve saber para vender mais

5 coisas que você deve saber para vender mais

Sabia que com pequenas mudanças na rotina você pode aumentar os seus ganhos?

Pare por um momento e reflita sobre sua rotina diária. Será que suas atitudes estão te ajudando ou te atrapalhando na hora de vender? Como está sua motivação? E como anda a qualidade do seu atendimento?

Confira algumas coisas que você precisa saber para transformar suas atitudes e aumentar as vendas:  

1. Você não precisa deixar para bater as metas de vendas só no final do mês

Definir metas de vendas é uma prática comum no varejo e é usada para motivar os vendedores e reconhecer aqueles que tiverem melhor desempenho. Porém, geralmente é definido um valor mensal a ser alcançado.

E o que acontece? Chega o final do mês, e a meta está longe de ser alcançada! E, assim, ela parece ser sempre difícil de alcançar.

Por isso, o ideal é que o vendedor calcule quantas vendas precisa fazer por dia para bater a meta do mês. Digamos, por exemplo, que a meta seja faturar R$ 1.000 por vendedor. Então, divida esse valor pelos dias trabalhados, e você saberá quanto precisa vender por dia.

Para 24 dias de trabalho (6 dias por semana), esse valor seria cerca de R$ 41,67 por dia. Agora, pense nos produtos que você vende: se a média de preço deles é de R$ 20,00, por exemplo, você precisa vender um pouco mais de 2 por dia. Assim, fica muito mais fácil de administrar a sua meta e, com certeza, sua motivação aumenta, não é mesmo?

2. A qualidade do atendimento é o que mais atrai clientes

Por que você acha que seus clientes compram com você? É pelo preço dos seus produtos, pelas características, pela qualidade do material? É claro que todos esses fatores são importantes na hora de comprar.

Porém, pesquisas mostram que a decisão de compra é muito mais emocional do que a gente imagina. As sensações e emoções que uma marca desperta podem ser muito mais importantes no momento da compra.

E isso tem tudo a ver com a qualidade do atendimento na hora da venda. Se você for gentil, atencioso(a), eficiente, seus clientes vão se sentir bem atendidos e acolhidos. Isso faz com que sintam confiança para comprar e, melhor ainda, voltar a comprar no futuro com você.

3. Todo vendedor precisa saber negociar

Toda venda envolve uma negociação. E não estamos falando necessariamente da tentativa do cliente de baixar o preço (a famosa pechincha). Negociar significa encontrar a melhor solução para as duas partes: cliente e vendedor.

De um lado, você quer vender para bater a sua meta, mas também satisfazer seu cliente. Do outro lado, ele quer resolver uma necessidade com o melhor custo-benefício possível.

Um bom negociador, então, sabe entender as necessidades do outro e se colocar no lugar dele para oferecer a melhor solução. Além disso, também sabe responder as objeções e abrir mão de algum ponto (preço, condições de pagamento etc.) para fechar uma venda saudável.

4. Canais de comunicação digital ajudam a vender mais

Na sua vida pessoal, provavelmente você usa o Facebook, o WhatsApp, talvez o Instagram, e troca alguns e-mails. Então, saiba que essas ferramentas são essenciais também para o seu trabalho como vendedor(a). Afinal, todos os seus clientes também devem estar por lá!

Explore o marketing digital para vender mais:

  • Construa uma página no Facebook para reunir o seu público e divulgar seus produtos;
  • Publique fotos da vitrine mostrando a variedade de produtos para encantar seus clientes no Instagram;
  • Tenha uma lista de clientes (base de dados) para enviar ofertas e conteúdos por e-mail;
  • Crie grupos de clientes no WhatsApp para trocar ideias e enviar ofertas exclusivas.

Essas são apenas algumas ideias para usar as ferramentas digitais para dar um empurrãozinho nas suas vendas. Assim, você constrói um relacionamento firme com seus clientes, sempre movimentando possibilidades de venda.

5. Insistir na venda o tempo inteiro pode ser um tiro no pé

Alguém gosta de um vendedor que fica grudado insistindo para que você leve de uma vez aquele produto? E aqueles que ficam oferecendo diferentes itens quando o que você quer é apenas aquele específico que combina com o seu estilo? Haja paciência! Esse comportamento não funciona mais (se é que algum dia funcionou...).

O que o seus clientes querem é alguém que aponte as melhores soluções para o que eles procuram. Ou, se eles não estão procurando algo específico, querem alguém que entenda seus gostos e dê as melhores sugestões.

Esse é o comportamento que os consumidores valorizam atualmente. Então, se você quer conquistar a satisfação e a fidelização da clientela, é assim que você deve agir.

Embora vender seja o seu objetivo final, o propósito do trabalho de um vendedor é satisfazer seus clientes. Afinal, sem eles, seu negócio não existiria, não é?

Comunidade Impacto 8
Ler matéria completa
Indicados para você